Tecnologia reduz até pela metade o tempo da obra

Usar programas de computador voltados para a administração do trabalho e acompanhamento da obra pode reduzir, em média, 50% do tempo de finalização do projeto, explica Fábio Chastinet, diretor-executivo da empresa Chastinet Arquitetura, Urbanismo e Engenharia.

Sentado no escritório da empresa, Chastinet passa a maior parte do período de trabalho na frente das telas do computador e do smartphone. Em cada dispositivo, diferentes plataformas fornecem dados e auxiliam no planejamento necessário para a conclusão de projetos de instalações elétricas, hidráulicas e de combate a incêndio em edificações.

O AutoCAD, software que permite criar peças de desenho técnico em duas ou três dimensões, serve como base para todos os projetos feitos na Chastinet. Por permitirem a leitura e transferência de dados no CAD, os demais programas prestam suporte e realizam funções adicionais, que dependem do objetivo do trabalho.

“Para cada tipo de instalação existe um programa específico para agilizar o projeto. Para a elétrica, por exemplo, usamos o Lumine. Já quando o objetivo é gerenciar dados, é mais prático ter acesso pelo celular, o que é feito com o MSProject”, conta Chastinet.

Vantagem econômica

Por meio do software SketchUp, a modelagem em 3D de projetos trouxe vantagens administrativas e financeiras para Orlando Barros, arquiteto e diretor-executivo da Orlando Barros Arquitetura.

“Quanto mais detalhados os projetos, e para isso o software cumpre seu papel, maior será a precisão no planejamento e na economia. Estima-se em média uma otimização de 20% no valor total da obra, tanto em materiais quanto em mão de obra”, explica Barros.

Ele acredita que o investimento feito em versões e atualizações de programas pagos deve ser calculado de acordo com o fluxo de projetos da empresa, assim como a velocidade de execução do trabalho.

Para auxiliar em grandes construções, a GTRX Tecnologia e Engenharia, empresa de projetos da construção civil, usa softwares que auxiliam no orçamento, planejamento e gerenciamento de obras.

“Com o auxílio dos softwares de engenharia, é possível prever futuros problemas construtivos, fazendo a compatibilização dos projetos antes de sua execução, economizando tempo e dinheiro”, conta Amilton Góis, diretor-executivo da GTRX.

Para projetos estruturais de edificações, a empresa utiliza os programas Eberick, Cypecad e TQS, plataformas que servem para a elaboração de sistemas elétricos, hidráulicos, sanitários e de gás.

“Também trabalhamos com softwares que têm módulos otimizados para celulares, além de aplicativos para os smartphones”, diz Góis.

Programas que auxiliam na gestão

SketchUp – Disponível para o Windows e o Mac OS, o software é próprio para a criação de modelos em 3D no computador. O programa está disponível em duas versões: a profissional, PRO, e a gratuita, Make. A Make só pode ser adquirida para uso privado, não comercial

AutoCAD – Criado e comercializado pela empresa Autodesk, é usado principalmente para a elaboração de desenhos técnicos em 2D ou 3D. Ele está disponível em versões do Windows e Mac OS

Eberick – Programa voltado para projetos estruturais em concreto. O software tem versão disponível para o sistema Windows

Fonte: A tarde