Sinduscon-JF entra na guerra contra o Aedes

Os empresários da construção civil de Juiz de Fora participaram nesta quarta-feira (9), na sede do Centro Industrial de Juiz de Fora, do lançamento oficial da campanha “Sinduscon-JF contra o Aedes – Na construção não mora mosquito”, iniciativa de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti nos canteiros de obras da cidade realizada em parceria com a Prefeitura de Juiz de Fora.

Representando o prefeito Bruno Siqueira, o secretário de Governo de Juiz de Fora, José Sóter de Figueirôa, alertou para a pandemia que já é uma realidade e alertou que se não houver movimento de toda a sociedade não há solução. “Por isso parabenizo a iniciativa do Sinduscon-JF de se envolver nessa batalha e mutirão desafiador contra o Aedes”, comentou.

A secretária de saúde Elizabeth Jucá explicou que a prevenção está sendo muito difícil, tendo em vista as constantes chuvas mescladas com altas temperaturas, condições ideais para proliferação do mosquito e chamou atenção para o fato de que 80% dos focos estão dentro das casas e ambientes. “Estamos sim em meio a uma epidemia em que as mortes acabam sendo desencadeadas por outras doenças associadas. Por isso precisamos de todos nessa guerra que tenho certeza que iremos vencer”, defendeu.

Os agentes sanitários da Prefeitura Maria Aparecida de Assis e Edmar Delgado proferiram palestra sobre educação, saúde e segurança do trabalho contra a proliferação do Aedes aegypti e destacaram as diferenças entre dengue, zika e febre chikungunya. “É muito comum aparecerem focos nas obras, pois o mosquito se esconde em diferentes locais que nem poderíamos imaginar”, comentou Maria Aparecida. Além de falarem sobre período de vida do Aedes e tirarem dúvidas dos empresários, Edmar destacou o fato de que a pessoa que está infectada passa a ser um foco de transmissão, já que o mosquito precisa picar alguém doente para adquirir o vírus. “Por isso é de suma importância que quem esteja com dengue, zika ou febre chikungunya use repelente e se mantenha hidratado”, apontou o agente.

O presidente do Sinduscon-JF, Aurélio Marangon, considerou o encontro como uma oportunidade de fortalecer ainda mais os cuidados juntos aos empresários e disse que as ações do sindicato não irão parar: “Iremos fazer a distribuição do cartaz da campanha para os associados colocaram em suas obras. Nele destacamos pontos estratégicos onde o mosquito pode se esconder e formas de combate ao mesmo. Além disso iremos promover junto a Prefeitura visitas nos canteiros de obras com o objetivo de promover a conscientização dos trabalhadores da construção civil, que poderão levar o aprendizado também para suas casas”.

Confira as fotos do lançamento oficial da campanha “Sinduscon-JF contra o Aedes – Na construção não mora mosquito” aqui.