Sinduscon-JF e Caixa promovem ciclo de palestras sobre habitação

O Sindicato da Construção Civil de Juiz de Fora (Sinduscon-JF) em parceria com a Caixa Econômica Federal realizaram na noite desta quinta-feira, 15, o “V Ciclo de Debates e Palestras de Habitação”, no auditório da FIEMG. O encontro reuniu autoridades de toda a região e representantes das entidades, que após as apresentações participaram de um coquetel.

Para falar sobre as novas diretrizes do Programa Minha Casa Minha Vida, o gerente regional da construção civil da Caixa, Dalmo Brito, fez a primeira explanação. O gerente discursou sobre novas regras do programa e levou a todos informações relevantes sobre como fazer parte deste cenário. De acordo com dados da Caixa, o lançamento do programa Minha Casa Minha Vida, acompanhado pelo aperfeiçoamento do marco regulatório no setor imobiliário, favoreceu a concessão de crédito habitacional e a produção de moradia. A combinação de maior subsídio e crédito facilitado fez com que mais famílias, em especial as de baixa renda, realizassem o sonho da casa própria. O banco fechou o primeiro semestre deste ano com um volume de R$ 66 bilhões em contratações de crédito imobiliário. O valor representa um crescimento de quase 44% em relação ao mesmo período de 2012, quando foram aplicados R$ 45,9 bilhões. Ainda nos primeiros seis meses de 2013 foram assinados mais de 711 mil contratos, o correspondente a aplicação média diária de R$ 537,2 milhões e 5.783 contratos por dia.

Após a fala do gerente, o empresário José Maria Ribeiro Alvim deu seu depoimento enquanto construtor integrante do programa. José Maria levou aos presentes fotos de empreendimentos de sucesso e desejou que, independente de questões partidárias, todos os prefeitos presentes consigam implantar o programa em suas cidades.

O segundo palestrante da noite foi o gerente da plataforma da construção civil, Fernando César Fernandes, que falou aos participantes sobre o Programa Nacional de Habitação Rural. Ainda de acordo com a Caixa, o PNHR é parte integrante do programa Minha Casa Minha Vida e foi criado pela necessidade de uma política habitacional que atendesse as especificidades da moradia do campo.

Para o presidente do Sinduscon-JF, Leomar Delgado, a entidade tem atuado de forma efetiva, em prol da defesa dos interesses da indústria da construção civil da cidade. Sobre o encontro Leomar destacou: “Sempre que há negócio é bom e eu digo mais, sempre que há negócio em qualquer setor é bom para a construção civil. Especificamente para a nossa área, um encontro como este amplia o nosso espaço de trabalho, as nossas oportunidades de contratação e as possibilidades de fazermos obras em outros municípios e isso é muito bom não só para a nossa entidade e para os nossos associados, como também para todos os representantes dos municípios presentes”.

Sobre a parceria entre a Caixa e o Sinduscon-JF, o superintendente regional da Caixa Econômica Federal no sudeste de Minas, Luiz Guilherme de Campos afirmou: “A parceria com o Sinduscon é importante, pois dá mais argumentação e amplitude para a Caixa. Eu entendo que como a Caixa é o principal banco da habitação no Brasil, o Sinduscon como parceiro compromete a Caixa muito mais. É importante destacar que essa parceria não é somente uma parceria de elogios. Recebemos solicitações de melhoria do Sinduscon e essa relação fomenta ainda mais o sucesso dos nossos negócios. O parceiro que só quer aplauso não é legal. O parceiro que quer o seu melhor é o que te critica positivamente e traz sugestões para melhorar o seu relacionamento com os clientes e para conseguir atender cada vez melhor a população da nossa região”.