Ministro das Cidades afirma que meta é contratar 170 mil unidades na Faixa 1 do Programa MCMV

Empresários e dirigentes da construção civil receberam com otimismo a retomada de contratações do Programa Minha Casa Minha Vida. A expectativa é por um impacto positivo na geração de empregos no setor, com potencial de abertura superior a 25 mil vagas. Também foram bem recebidos os novos critérios para aprovação dos empreendimentos, trazendo mais transparência.

Em entrevista exclusiva ao CBIC Mais, o ministro das Cidades, Bruno Araújo, reafirmou a determinação do governo de dar continuidade às contratações e modernizar o programa. “O início das novas contratações e a aplicação dos critérios de enquadramento e seleção de empreendimento do FAR representam um Minha Casa, Minha Vida revigorado”, afirmou. O ministro reafirmou a meta de contratação de 170 mil unidades na Faixa 1 – 100 mil somente do FAR.

Nesta entrevista, o Ministro das Cidades destaca a importância da retomada das contratações da faixa 1. A faixa 1, a mais acessível, contempla famílias com renda bruta mensal de até R$ 1,8 mil. As unidades para esta faixa correspondem a 122 propostas selecionadas, com investimentos de R$ 2,1 bilhões, em 77 cidades. “No processo de seleção serão priorizados os projetos que garantirem essas condições de melhoria de infraestrutura”, adianta Araújo.

Confira a íntegra da entrevista aqui.

Fonte: CBIC