Expectativas para a Construção em Minas são positivas

Em março, o Índice de Confiança do Empresário da Indústria da Construção de Minas Gerais (Iceicon-MG) apresentou relativa estabilidade, registrando 50,4 pontos. Assim, após dois meses, o indicador voltou a ficar acima da linha dos 50 pontos, demonstrando que o empresário voltou a ficar confiante. O resultado da Indústria da Construção nacional foi de 53 pontos.

As expectativas para os próximos seis meses estão positivas, cujo indicador geral chegou aos 54 pontos, reflexo das expectativas otimistas dos empresários em relação à própria empresa, que alcançaram os 57,1 pontos. As projeções para o desempenho de Minas Gerais e do Brasil ficaram abaixo da linha dos 50 pontos, registrando 47,4 pontos e 46,3 pontos, respectivamente.

Apesar do otimismo, a avaliação das condições atuais de negócio está abaixo da linha dos 50 pontos, apurados 43 pontos neste mês. Pesou para esse resultado a leitura do empresário quanto às condições da economia brasileira, que registrou 36,6 pontos, seguindo das condições no Estado, com 39,5 pontos, e das condições na própria empresa, cujo indicador ficou em 44,6 pontos.

Sondagem

Na Sondagem da Indústria da Construção de Minas Gerais, em fevereiro, o nível de atividade em relação ao mês anterior apresentou 40,9 pontos e o nível de atividade em relação ao o que é considerado usual para o mês ficou em 43,9 pontos. Já o índice relativo ao número de empregados também ficou abaixo da linha dos 50 pontos, com 44,1 pontos.

Segundo o economista e coordenador sindical do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), Daniel Furletti, a pesquisa revela que as perspectivas são de incremento no nível de atividade, cujo indicador registrou 52,2 pontos, de lançamentos de novos empreendimentos, com índice de 52,8 pontos, com consequente aumento nas contratações, com 54,8 pontos apurados. Portanto a expectativa é de aumento no ritmo de atividade.

A pesquisa

A Sondagem da Indústria Construção de Minas e o Índice de Confiança do Empresário da Indústria da Construção de Minas Gerais são elaborados pela Gerência de Estudos Econômicos da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) em conjunto com a Confederação Nacional das Indústrias (CNI) e tem como parceiro o Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG). Os dados foram coletados entre 6 e 18 de março junto a 38 empresas mineiras.

Caso seja associado ao Sinduscon-MG, clique aqui e tenha acesso à integra da pesquisa.

Fonte: Sinduscon-MG