Custos das obras desaceleram em março, diz IBGE

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) apresentou variação de 0,18% em março, indicando queda de 0,55% ante ao resultado registrado em fevereiro (0,73%). Considerando o período de janeiro a março de 2013, a alta está em 1,10%, contra 1,21% em igual período de 2012. Nos últimos doze meses, o índice acumulou variação de 5,55%, abaixo dos 5,69% registrados nos doze meses imediatamente anteriores. Em março de 2012 o índice foi de 0,31%.

O custo nacional da construção por metro quadrado no último mês fechou em R$ 865,03, sendo R$ 457,60 relativos aos materiais e R$ 407,63 à mão de obra. Em fevereiro, o custo foi de R$ 863,46.

O índice de materiais apresentou variação de 0,22%, taxa menor que a registrada no mês anterior (0,33%). Também houve variação menor do índice de mão de obra, que foi de 0,14% em março e de 1,18% em fevereiro.

A Região Sul foi a que apresentou maior variação no último mês, com 0,68%. O Rio Grande do Sul apresentou a maior taxa dentro desse grupo (1,05%). Em seguida, vêm a Região Norte (0,22%), Nordeste (0,22%), Sudeste (0,04%) e Centro-Oeste (-0,06%).

O sudeste apresentou o maior custo por metro quadrado (R$ 901,20), seguida do Norte (R$ 881,27), do sul (R$ 878,63), do centro-oeste (867,67), e, por final, do nordeste (R$ 810,51).

Devido à pressão exercida pelo reajuste salarial decorrente de acordo coletivo, Piauí e Rondônia registraram as maiores taxas mensais: 3,82% e 3,46%, respectivamente.

Fonte: CBIC