Custo da construção civil de JF se mantém estável

O Sindicato da Indústria da Construção Civil de Juiz de Fora (Sinduscon/JF) divulgou o índice de 0,23% relativo ao Custo Unitário Básico da Construção (CUB/m²) do mês de julho. No mês de junho, a alteração foi 3,69%.

Mesmo que pequeno, o aumento está relacionado ao valor dos materiais, que sofreu leve alteração, e às despesas administrativas, que há meses não era alterada.

No custo final do valor da construção civil em julho, 52,77% é referente à mão de obra, 43,69% aos materiais, 2,73% às despesas administrativas e 0,81% aos equipamentos.

O presidente do Sinduscon/JF, Leomar Delgado, explica a alteração do custo das despesas administrativas: “Mesmo que o aumento seja pequeno, tal alteração ainda é reflexo da consolidação dos acertos da convenção coletiva que assinamos no mês anterior”.

Em junho, o crescimento do valor do CUB foi referente à nova convenção coletiva de trabalho assinada pelo Sinduscon/JF e o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção e do Mobiliário de Juiz de Fora, que estabelece novos valores da mão de obra do setor. Em julho o valor deste quesito se manteve zerado.

Nos valores dos materiais, o produto que teve o maior aumento foi o disjuntor tripolar, com alteração de 5,73%. O produto que teve a maior queda de preço foi o Cimento Portland, com variação de -2,63%.