Construção corta 14.070 vagas de trabalho em fevereiro

O setor da construção civil cortou 14.070 vagas de trabalho em todo o Brasil no mês de fevereiro. Com isso, a quantidade de pessoas empregadas no setor atingiu 2,48 milhões, queda de 0,56% em relação a janeiro e baixa de 13,95% em comparação com fevereiro do ano passado.

Os dados fazem parte de pesquisa divulgada nesta terça-feira, 18, pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), com base em informações do Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE).

Essa foi a 29ª queda mensal consecutiva no emprego do setor. Em outubro de 2014, primeiro mês de variação negativa, havia 3,57 milhões de pessoas empregadas na área. De lá para cá, a queda atingiu 1,08 milhão de postos de trabalho.

“A intensificação do desemprego na construção resulta da redução contínua do volume de novas obras, decorrente do prolongamento da recessão econômica”, analisa o presidente do SindusCon-SP, José Romeu Ferraz Neto, em nota.

A expectativa do sindicato é de que este quadro somente se reverterá quando, além do prosseguimento da queda da inflação e dos juros, forem tomadas medidas efetivas para a reativação da economia. “Por isso é tão relevante a aprovação das reformas trabalhista e da previdência, melhorando o ambiente de negócios e proporcionando segurança jurídica ao emprego formal”, comenta Romeu Ferraz.

Fonte: Estado de Minas