Construção civil divulga manifesto contra crise política e econômica

Um grupo de entidades ligadas à área da construção civil e da habitação divulgaram na quinta-feira (13) um manifesto no qual conclamam os brasileiros a protestar contra as crises política e econômica que, segundo o texto, “se alimentam mutuamente”. O manifesto faz críticas ao governo, sem citar nomes de quaisquer políticos.

“Não estamos nos referindo nem a Dilma, nem ao Temer. A solução é que o Executivo e Legislativo comecem a se entender”, disse o presidente do Sindicato da Habitação (Secovi-SP), Claudio Bernardes. “Nós não temos mais tempo. Precisamos de diálogo entre as pessoas.”

O presidente do Sindicato da Construção (SindusCon-SP), José Romeu Ferraz Neto, afirmou que o manifesto reflete indignação e preocupação com as cerca de 475 mil demissões previstas no setor. “É um número assustador”, disse Ferraz Neto. O Secovi e a SindusCon assinaram o documento com outras três entidades do setor.

Fonte: Estado de Minas