Construção civil dá sinais de uma nova fase

As prévias operacionais já divulgadas apontam melhora do desempenho de lançamentos e vendas de imóveis no terceiro trimestre e no acumulado de nove meses ante os respectivos períodos de 2016. “Há grande chance de, daqui a algum tempo, ficar claro que o ano de 2017 foi o ponto de inflexão do mercado imobiliário, caracterizando a entrada em um novo ciclo”, afirma o coordenador do Índice FipeZap, Eduardo Zylberstajn.

No terceiro trimestre, Direcional Engenharia, Even Construtora e Incorporadora, EZTec, Gafisa, MRV Engenharia e Tenda lançaram, em conjunto, Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 3,544 bilhões, com alta de 69% na comparação anual. As vendas líquidas aumentaram 63%, para R$ 3,502 bilhões. Destaque para o crescimento de lançamentos e vendas da MRV e da Tenda – focadas na produção para o programa habitacional Minha Casa, Minha Vida.

A EZTec – com imóveis para as rendas média-alta e alta – apresentou melhora operacional expressiva, resultante, principalmente, da comercialização da Torre B do EZTowers para a Brookfield, o que teve forte contribuição para a alta de lançamentos e vendas do setor. Dos lançamentos de R$ 793 milhões da EZTec no trimestre, R$ 68 milhões se referem a projetos apresentados no período, R$ 75 milhões resultam de compra de participação em empreendimento e R$ 650 milhões são da Torre B.

Leia a matéria completa aqui.

Fonte: Valor Econômico