Clínicas Tecnológicas do SEBRAE/MG reúnem empresários e colaboradores na busca pela reciclagem profissional

Nessa quinta (21), o SEBRAE Minas, em parceria com o Centro Industrial de Juiz de Fora, ofereceu oito temas que integram as Clínicas Tecnológicas. As atividades fizeram parte da Semana da Indústria, que se encerra hoje (22), com homenagens a empresários e empresas destaques no setor industrial da cidade no último ano.

Conforme Gustavo Magalhães, consultor técnico do SEBRAE/MG, as clínicas tecnológicas se caracterizam como uma consultoria em grupo. Através de um especialista no assunto há a apresentação do cenário do mercado, técnicas, métodos e formas de aplicação na empresa e logo é aberto para o debate e troca de informações com o grupo.

Segundo Isabelle Maluf, consultora das clínicas “Design de rótulos e embalagens” e “Como trabalhar a marca da sua empresa”, tanto para o empresário, quanto para o colaborador, as informações adquiridas nas oficinas são de grande importância, desde que esta possa ser utilizada no dia a dia da empresa. “O perfil das clínicas tecnológicas atende a quem não só quer ter acesso a novos conteúdos, como implantá-las. Afinal, não adianta ter conhecimento e guardá-lo”, afirma.

“Os conteúdos e as novidades do mercado atual – técnicas, programas e estratégias – são compilados e apresentados aos que se propõe a participar. Desta forma, é possível ampliar o conhecimento do empresário ou colaborador, que fica muito centrado na empresa, através do contato intermediado do mercado e da troca de ideias e informações com empresários de outros segmentos que podem estar presentes”, conclui.

 Para Leonardo Bertolino, do setor de marketing da empresa Medquímica de Juiz de Fora, a oportunidade de participar de reciclagens e estar por dentro das novidades do mercado é sempre bem-vinda. “Sempre que eu posso participo, seja em oficinas, palestras e até congressos na cidade ou em outros estados. Além de acrescentar para a empresa, afinal os conhecimentos que adquiro podem servir para aplicação em técnicas de trabalho, é um crescimento para mim”, afirma.