Aumento do valor da mão de obra reflete no custo da construção civil de JF

O Sindicato da Indústria da Construção Civil de Juiz de Fora (Sinduscon/JF) divulgou o índice de 3,69%, relativo ao Custo Unitário Básico da Construção (CUB/m²) do mês de junho. No mês de maio, a alteração foi 1,94%.

Tal crescimento está relacionado à nova convenção coletiva de trabalho, assinada em junho pelo Sinduscon/JF e o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção e do Mobiliário de Juiz de Fora, que estabelece novos valores da mão de obra do setor.

No custo final do valor da construção civil em junho, 52,89% é referente à mão de obra, 43,68% aos materiais, 2,62% às despesas administrativas e 0,81% aos equipamentos.

O presidente do Sinduscon/JF, Leomar Delgado, explica que o valor do CUB/m² de maio já sofreu alterações referentes ao reajuste do valor da mão de obra e que em junho, o crescimento do custo já era previsto. “Conforme esperávamos, essa alteração é reflexo direto da efetivação da convenção coletiva”, destacou.

Nos valores dos materiais, o produto que teve o maior aumento foi a telha ondulada de fibrocimento, com alteração de 3,64%. O produto que teve a maior queda de preço foi o bloco cerâmico, com variação de -4,35%.