Água e esgoto puxaram alta do IPCA no item Habitação, em maio

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrou ligeira alta em maio, em comparação com abril e também no acumulado em 12 meses. A variação de 0,78%, contra os 0,61% do mês anterior contrariou as expectativas, que eram de recuo. Em 12 meses o acumulado foi de alta de 9,32%.

Os grupos habitação (1,79%) e saúde e cuidados pessoais (1,62%), seguidos de despesas pessoais (1,35%) foram os que tiveram maiores altas. Em habitação, as tarifas de água e esgoto subiram mais de 10%, puxando o item para cima. Os medicamentos foram os responsáveis pela alta em saúde e cuidados pessoais, e a alta superior a 9% no preço dos cigarros fez subir o item despesas pessoais. O grupo alimentos teve alta moderada (0,78%), mas respondeu sozinho por 0,2 ponto percentual da variação do IPCA.

Fonte: Sinduscon/SP